sexta-feira, 20 de novembro de 2009

TEMPOS NEBULOSOS


Depois de umas semanas nebulosas,voltarei a postar por aqui,se não for sobre shows,espero voltar a ir em algum logo,será sobre qualquer bobagem.

domingo, 6 de setembro de 2009

ENCONTRO DOS PIRATAS


Pretendo ir e me informar melhor,já que me interessei bastante...

Data: Dom, 13/09/2009 - 15:00
Local: CCSP - Centro cultural São Paulo
Endereço:
Rua Vergueiro, 1000
Estação de metrô Vergueiro
Ponto de Encontro: Na entrada da Lanchonete.

Pauta:

* Legalização do Partido Pirata
* Bate-papo pirata


Mais aqui:
http://www.partidopirata.org/

terça-feira, 25 de agosto de 2009

TRILHA SONORA DE JUDGEMENT NIGHT



Achei a trilha sonora do filme JUDGEMENT NIGHT(93),o filme é bem fraco,mas a trilha sonora é muito legal,foi uma tendência dos anos 90,a junção de bandas de gêneros diferentes que neste caso foi bandas de rock e e de rap.Na trilha sonora de SPAWN tivemos a junção de bandas de música eletrônica com rock.Faz dias que estou com a musica "Just another victim" na cabeça e resolví procurar,taí...
01. Helmet & House of Pain - Just Another Victim
02. Teenage Fanclub & De La Soul - Fallin’
03. Living Colour & Run-D.M.C. - Me, Myself & My Microphone
04. Biohazard & Onyx - Judgment Night
05. Slayer & Ice-T - Disorder
06. Faith No More & Boo-Yaa T.R.I.B.E. - Another Body Murdered
07. Sonic Youth & Cypress Hill - I Love You Mary Jane
08. Mudhoney & Sir Mix-A-Lot - Freak Momma
09. Link Dinosaur Jr & Del the Funky Homosapien - Missing
10. Therapy? & Fatal - Come and Die
11. Pearl Jam & Cypress Hill - Real Thing

http://www.megaupload.com/?d=W77ICTCZ

quarta-feira, 29 de julho de 2009

MERCENÁRIAS?

As Mercenárias farão show no espaço +SOMA em Sampa neste sábado,bem,de Mercenária mesmo só a Sandra Coutinho restou da banda original,mas a Georgia e a Pitchu(Wander Wildner) a estarão acompanhando.

Mais informações:
http://www.maissoma.com/2009/7/28/panico-mercenarias-no-espaco-soma

Não tô conseguindo publicar links...

sábado, 25 de julho de 2009

MARCELO NOVA E O ROCK NÃO MORREU...


Dia 12 deste mês fui ver Marcelo Nova na comemoração do Dia Mundial do Rock que acontece anualmente em Barra do Una,São Sebastião-SP,já tinha escutado falar que acontecia este evento lá mas sempre tive a impressão de ser uma coisa pequena,um encontro entre amigos,e sim,é,mas o que ví desta vez me deixou impressionado,um palco bem montado,sonorização boa,toda uma estrutura para as bandas que tocaram,segurança para o público,policiamento,apoio da comunidade e engajamento de todos.Outra coisa que me impressionou foi a quantidade de bandas de rock em apenas uma praia(chamamos praia,podem ler bairro),se não me engano o Silvião me falou mais de meia dúzia.E pelo que eu ví Barra do Una pode ser chamada de a praia mais roqueira do litoral paulista,e provavelmente do Brasil.
Silvião saudando os loucos

A quadra comunitária este ano está coberta(eu ví fotos do ano passado e ainda estava sem cobertura)então mesmo que chovesse não atrapalharia,mas não choveu,estava uma noite linda e um frio enorme,mas que eu ,a Lú e o Décio esquentamos com conhaque,pinga,mel e limão.Quem conhece o lado sul do município de São Sebastião sabe como é difícil viver alí,tudo é longe,apesar do glamour e do hype em cima das praias a população local sofre com a distância da sede administrativa do município sendo que a distância do limite entre meu município e o centro de São Sebastião é de aproximadamente 100 km ,Barra do Una deve ser uns 80km distante do centro,organizar um evento deste não é tarefa fácil,Silvião e seus amigos estão de parabéns. O evento,além de ser um agregador para a comunidade(tinha barracas de comida,bebidas,todas de moradores locais,não faltou nada)tem um caráter filantrópico pois a entrada era somente um quilo de alimento ou um livro para ajudar a montar uma biblioteca no local e a cada ano que passa pelo que percebí vai ficando maior e melhor,ano passado a atração principal foi Golpe de Estado,e este ano Marcelo Nova,o último "rocker" de verdade ainda em atividade no Brasil.
Comunidade roqueira

Face Okulta

Quem começou tocando foi a banda Face Okulta do Guarujá,já tinha encontrado ela no Festival 7.1.9 no Delta Bar lá no Tombo,a molecada está ficando cada vez melhor,diz eles que estão gravando CD,e pelo que lí por aí estão gravando aqui na minha humilde e pequena aldeia,mas isto é assunto pra outra hora.
Código de barra

Depois quem tocou foi Código de Barra,banda de Barra do Una mesmo, que eu me lembre só tocaram covers,mas tocaram muito,perfeito mesmo, e se atreveram a fazer um cover de Hendrix e outro dos Mutantes,não é pra qualquer um. Acho que a ordem está certa e que a próxima banda foi Five Lost,também não deixaram a desejar,mas tudo que me lembro foi do cover do System,muito bem executado,conforme ia me "esquentando" o estado mental ia se alterando,he.
Five Lost

A próxima banda foi Sabugo Seco, a atração principal da noite pro povo local,a banda é a mais antiga de Barra do Una e pelo visto a mais querida,achei bem louco o fato de todos,mas todos,pelo menos os que estavam lá gostarem de rock,cantarem junto,chamaram uma professora da escola local pra cantar junto no palco,e ela subiu e cantou,o clima família ficou completo com o filho de um dos integrantes da banda subindo ao palco com sua guitarrinha e "bangueando" com uma blusa na cabeça. Depois subiu um cover do Raul,cantou umas 2 ou 3 músicas e veio a atração principal,Mr.Marcelo Drummond Nova,mais conhecido como Marceleza.
Sabugo Seco

Confesso que fui pro show sem muitas expectativas,só queria ver o show do cara,afinal Camisa de Vênus fez parte da minha trilha sonora da adolescência,lembro de copiar uma fita k7(original) de um amigo do disco "Correndo o risco". Marcelo subiu ao palco já era tarde,quase 1h da matina,a banda já tocando,o cara sabe do riscado,mas aí sua guitarra não estava com um som legal,ele sem dar pití apenas balançou a cabeça pro técnico ,deixou a guitarra e foi lá pra trás de novo, voltou e começou logo com "Poeira no chão" do seu último cd,"Galope do tempo".
Depois disto começou a desfilar os hits do Camisa,na hora que comecei a escutar aquelas músicas ,aquela tremida de voz que o cara dá, não teve como não me emocionar, a nostalgia bateu forte pois as lembranças voltaram com tudo na mente. Tocou "Sinca Chambord","Só o fim",e quando tocou "My way" mandou todo mundo tomar naquele lugar e todo mundo adorou,na maioria das músicas nem tocava muito sua guitarra,fazia mais pose,mas o cara sabe fazer e não precisa provar mais nada pra ninguém nos seus quase 60 de idade,como já o ví falando numa entrevista,ele já fez sua parte.

A melhor hora do show foi quando todo mundo gritando o famoso "Bota pra fudê" e "Rock'n'roll" que são marcas registradas dos shows do Camisa e do Marceleza, ele simplesmente disse que não ia dar rock'n'roll,que não sabia nada de rock,que o negócio dele era bolero,e começaram a tocar mesmo uma versão quase bolero de "Beth morreu" com todo mundo acompanhando(me arrependí de não ter gravado isto).Quando terminou disse:"-Tá vendo como esse negócio de rock'n'roll é só pose,neguinho aí com camiseta de metaleiro cantando bolerão,vocês são é brega!!!",dei muita risada,principalmente das suas improvisações durante a música,como "Beth me disse:-Marceleza,não é que não te quero,mas é que gosto mais do NXZERO".
Padre Marcelo

Cantou ainda "Pastor João" e "Carpinteiro do universo",parcerias suas com Raul e terminou com "Eu não matei Joana D'arc". No final evaporou-se pela parte dos fundos do palco,sua missão estava cumprida,mais uma vez.Ainda teve a banda Sick Mind,mas não pude ficar pra ver,afinal já era segunda-feira e quase 3h da matina quando acabou o show do Marcelo Nova.
Valeu Silvião pelo convite e tenha certeza que estarei aí de novo ano que vem.Longa vida à iniciativa de vocês!!!ROCK'N'ROLL!!!
The last rocker

O rock não morreu.



www.myspace.com/sabugoseco
www.myspace.com/faceokulta

segunda-feira, 13 de julho de 2009

BUGUINHA DUB NO GUARUJÁ


Buguinha em ação.
Sábado passado (11/07) o que estava marcado pra ser um dos melhores shows do ano aqui na baixada santista acabou se transformando numa grande frustração,por parte de todos,músicos,público e até do dono do estabelecimento,no caso o Zé Renato,dono do DELTA BAR na praia do Tombo-Guarujá. Primeiro foi o clima que não colaborou,estava chovendo o dia todo,e me perguntava se na hora marcada pra começar estaria chovendo tanto como esteve o dia todo em todo o litoral paulista. Quem iria tocar é o Buguinha Dub,considerado um dos,senão o maior nome do gênero no Brasil,produtor de alguns dos nomes mais importantes da música nacional como Mundo Livre S/A,Nação Zumbí,Racionais MC,Cordel do Fogo Encantado,além de ter trabalhado com muitas outras como Ultraje,Capital,etc,e ter tocado nos quatro cantos do Brasil e exterior...

Scratch em fita de rolo?Buguinha faz...
e mais, ainda iria tocar depois o Caio Bosco,que já foi tão falado por mim e por outros blogueiros,ia apresentar as outras músicas do seu tão esperado CD que sai no final do ano. Quem convidou o Buguinha foi o Caio,numa espécie de "Caio convida"(rs).

Buguinha Dub e Caio Bosco.
Pois bem,Buguinha veio,desceu de táxi de Sampa até o Guarujá e trouxe todo o equipamento no braço pois estava com a habilitação vencida,na hora que chegaram eu já estava no bar,tinha acabado de chegar e já era quase 1h da manhã. O Caio me apresentou o Buga que tava acompanhado de NeguEdmundo,repentista e MC nas horas vagas como diz Buguinha,voz poderosa e ficamos alí sentados no sofá trocando uma idéia ,eu vendo os caras aquecerem o corpo e a mente pro show,mostrando suas habilidades manuais enrolando alguns papéis,he.Algumas bicadas numa cerva,num uísque e cosítas mais,umas esticadas nos músculos e Buguinha se animou ,"Vambora tocar". Confesso que o que eu conhecia das suas músicas foi tudo o que tinha visto aqui na internet,mas como eu tava "aquecido" também,já comecei a chapar logo quando o primeiro "echo" saiu dos falantes, e reconhecí "Liberate",antes teve um probleminha técnico,mas logo solucionado,nada abalava a vontade de Buguinha,mesmo tocando pra poucas pessoas(a chuva de horas antes e o vento que estava lá fora afastaram o público). Convidou NeguEdmundo pros vocais e mandaram mais duas músicas uma atrás da outra com todo mundo se animando.

Buguinha chamando pra diversão.

De repente simplesmente acabou a luz,e a luz apenas do quarteirão do bar,quase que simultaneamente apareceram as luzes vermelhas de uma viatura do lado de fora do bar(correria pra acender mais incensos lá dentro). O Zé Renato lá fora tendo que ficar de blablablá com Uzomi,afinal ele tem alvará e etc,lá fora não se escuta nada nem havia baderna na rua,mas diz ele que é um vizinho nóia do prédio da frente quem chama a polícia,exagera nas carreiras e deve ficar com raiva do povo da fumaça se divertindo. Buguinha repetindo:-"estão acabando com a diversão do povo gente,é daqui pra pior!!!".Um coito interrompido como definiu o próprio Buga.

NeguEdmundo e Balaio.

Buguinha e Dj Rodrigo Bali
Enfim,a luz não voltou,o vento aumentou lá fora,puliça foi embora mas ficaram por perto rondando,todo mundo broxado...o que me restou foi fazer uma pequena entrevista com o Buguinha no escuro sob as luzes dos celulares pra depois matarmos a larica no fast-food dos árabes falando sobre as paranóias da cidade grande e observando as patyzinhas chapadinhas saídas sabe-se lá de onde enquanto não dava o horário do buzão pra sampa que ele e Edmundo pegariam.Foi uma noite legal,pelo menos pra mim...

Resistência(por todas as partes...)

quinta-feira, 9 de julho de 2009

WANDER WILDNER NO STUDIO SP.


Wander Wildner
Estou escrevendo ainda sob o impacto do show do Wander Wildner desta noite no Studio SP(São Paulo).Fui num show dele em Campinas em setembro de 2008,que aconteceu também numa véspera de feriado(06/09) e ele contava com a mesma banda,Georgia Branco no baixo/vocal e Pitchu na bateria/vocal,mas na ocasião Jimmy Joe ainda tocou com ele na guitarra solo. O show de hoje foi inúmeras vezes melhor,Wander de ótimo humor,com "Ganas de tocar"(inclusive ele disse no meio do show que estava mesmo com bastante vontade),Pitchu também estava ótima(será por causa da vitória de 4x2 do Timão?He),só a Georgia que parecia não estar na mesma sintonia,inclusive reclamando bastante do som ,mas nem por isso deixando de tocar muitíssimo bem.

Georgia
Eu sou suspeito para falar,sou fã do cara,sei cantar todas as músicas,e ele tocou todas que todo mundo que é fã gosta( só faltou pra mim ele tocar "Empregada"),na hora que começou a tocar "Eu tenho uma camiseta escrita eu te amo" eu deixei toda minha tralha com meu camarada Nei e fui lá pro meio da galera pular e me esguelar junto com o Wander,tocou "Lugar do caralho" que não estava no set list e terminou com sua versão de "Hard days night","Trabalho duro".No final do show o Wander ficou alí no balcão do bar tomando "algo" e fui trocar uma idéia com ele pois eu queria comprar o cd "La canción inesperada" com dedicatória,claro,mas ele disse que não tinha trazido pra vender pois "alí naquele lugar" era difícil (?),perguntei se ele conhecia a revista O Dilúvio( http://odiluvio.blogspot.com/ ),afinal ambos são de Porto Alegre(posto também lá no blog da revista)e ele disse não conhecer nem o blog nem a revista,pois está morando em São Paulo já faz algum tempo mas que vai procurar se informar sobre(tentem imaginar o Wander navegando na internet...eu o ví falando ao celular,tudo é possível,he).

Rei do ieieiê.
Aproveitei e tirei foto com o cara,afinal sou fã mesmo e daí? Sem deixar de tirar uma foto com a Pitchu que estava lindíssima, adornada com uma camiseta do Corinthians!!!!!!!!

Pitchu e sua camiseta escrita eu te amo...

Foi uma noite que não vou esquecer tão cedo,e ainda tem mais esta semana,dai-me forças.

Studio SP lotado.

Trio

terça-feira, 7 de julho de 2009

SEMANA DO ROCK!!!!!!

Esta será a minha semana mundial do rock.Amanhã (08/07)irei no show do Wander Wildner em sampa,
sábado irei no show do Caio Bosco + Buguinha Dub no Guarujá,e no domingo tem comemoração do Dia Mundial do Rock em Barra do Una-São Sebastião.
A festa vai se realizar dia 12/07/2009, à partir das 19h na quadra do Centro de Apoio Educacional, situada entre a Rua Cravinhos e Av Bom Jesus da Barra do Una.
A comemoração foi idealizada e é realizada por Silvio dos Santos Braz, 36 anos, corretor de imóveis; Daniel da Silva Braz,28 anos, marinheiro e Wiliam Mateus Bitencourt,32 anos,pintor; em parceria com a Prefeitura Municipal de São Sebastião, SABU(Sociedade Amigos de Barra do Una e comércio local,e já está na sua sexta edição. Tem o objetivo principal de abrir espaço para bandas de rock da região mostrarem seu trabalho, promover entretenimento gratuito e de qualidade para os moradores e turistas que estejam na região na época e celebrar a data.
A entrada será 1Kg de alimento não perecível (exceto sal ou açúcar) ou um livro. Os alimentos serão distribuidos pela SABU entre famílias carentes do bairro e os livros serão doados para a biblioteca pública que a SABU vai montar em Barra do Una.
Contará com apresentações ao vivo das bandas Sabugo Seco, Five Lost, Código de Barra, Sick Mind (Todas de Barra do Una), além de Rock Sauros(Boiçucanga) e terá como atração principal show de Marcelo Nova.

Terei muito o que escrever semana que vem,isto se conseguir sobreviver,he.

domingo, 28 de junho de 2009

ALBUM VERDE-TRIBUTO AOS BEATLES



Nas minhas recentes andanças sem rumo pelo espaço virtual me deparei com este tributo aos Beatles feito por bandas de reggae latino americanas.
Bem loooco maaano(tirando Planta & Raiz que nunca gostei)...

01- She Came in Trough the Bathroom Window - Mimi Maura
02- From me to You - Fidel Nadal + Holy Piby
03- Something - Natty Combo
04- Eleanor Rigby (Dub) - Antidoping (Mexico)
05- Lady Madonna - Gondwana (Chile)
06- While my Guitar gently Weeps - Holy Piby
07- Come Togheter (Togheta’) - Pushin (Costa Rica)
08- Eleanor Rigby - Nonpalidece
09- I Will - Movimiento Urbeno + The Skatalites
10- Taxman - Resistencia Suburbana
11- Here Comes the Sun - Riddim
12- Because - Satelite Kingston
13- Come Togheter - Alika & Nueva Alianza
14- Don’t let me Down - Planta & Raiz (Brasil)
15- The long and Winding Road -Dancing Mood
16- (Bounus Track) - I’m Only Sleeping - Blues Motel

http://rs113.rapidshare.com/files/81111929/Album_Verde_-_Tributo_Reggae_a_The_Beatles.rar

sexta-feira, 26 de junho de 2009

WHO'S DEAD?


Michael Jackson morreu.
Sentí mais quando soube que o Véio(baixista da extinta banda Concreteness)tinha morrido,eu vi o cara tocar várias vezes e escuto até hoje a banda.
Minhas lembranças Jacksonianas:
-inveja do meu primo preibói que tinha todos os brinquedos e os discos do MJ...;
-medo do clipe de Triller que passou no final do fantástico...eu tinha 8 anos apenas,ou menos;
-olhar a capa do Triller e achar que"pô,esse cara deve ser O cara,sair com muita "garota"(eu era criança);
-imitar a dança de BAD...;
-meu primeiro patrão me pegar no flagra imitando os zumbís de Triller;
-começar a achá-lo ridículo depois de "Dangerous".
Ou seja,gosto mais da Madonna,fez muito mais parte da minha formação musical(qualé mano,sou muito macho e sei cantar quase todas as músicas do "Like a prayer")...

terça-feira, 23 de junho de 2009

JUPITER MAÇÃ NO STUDIO SP


STUDIO SP
18/06/09
(fotos e vídeos:Julio Ferreira/texto:Fábio Balaio)


Fazia muito tempo que eu não subia a serra pra ver algum show,ou ir em algum lugar em especial. Na última quinta feira,dia 18 ,resolví subir pra conhecer alguns amigos virtuais pessoalmente e aproveitei pra ir no show do Jupiter Maçã, já que um destes amigos é fã do cara e mora pertinho do local onde seria o show. Sempre lí e ouví falar dele,só conhecia poucas músicas,a maioria regravadas por outras pessoas, e não conhecia por puro desinteresse mesmo,pensava qual seria a causa de tanta devoção,porque seria que quem gostava não se limitava a gostar,adorava-o. Procurei o último disco (Uma tarde na fruteira)lá na comunidade d'O Dilúvio e baixei pra não ir às cegas no show,e saber se eu gostaria pelo menos um pouco. Fui escutando durante a viagem,escutei duas vezes seguidas,e algumas músicas eu repetí até mais. Chapei com a mistureba sonora do senhor "neo-tropicalista" como o próprio Júpiter se define.

video


Eu e meu camarada,o Natta,nos encontramos com outro amigo de orkut,Nei, e ficamos esquentando as guelas no buteco em frente ao StudioSP,vendo a fauna da R. Augusta passar e esperando o lugar encher pois tínhamos chegado cedo ,quando vímos que o lugar estava mais florido nos animamos a entrar. Pelo jeito o nome na lista deve funcionar ,assim paga-se 10 REAU$ a menos, o nosso nome estava lá,foram duas cervejas a mais,bem carinha a long neck lá dentro,além de só servir Skol de verdade no bar do outro lado da pista,no bar principal só skol beats(bicha) e Bohemia,mas eu atravessava a pista só pra olhar o mulherio, já que estava cheio de "Menina super Brasil"no lugar.
A banda que se apresentou este dia tinha entre seus integrantes Luiz Thunderbird,que pelo que fiquei sabendo depois tem tocado com o Jupiter já faz algum tempo(interessante vê-lo apenas como integrante da banda, e o próprio se comportou bem fazendo seu trabalho, pois afinal o "estrelo" era Flávio Basso), e Astronauta Pinguim,que participou do disco,o guitarrista não reconhecí nem o baterista,e nem estava lá pra ficar perguntando...he.

Thunderbird.
Começaram tocando um música instrumental dos anos 60 da qual eu esquecí o nome,mas todo mundo já ouviu pelo menos uma vez. Logo depois emendaram com "Plataforma 6", o Jupiter ainda "esquentando",seguida de "Mademoiselle Marchand",pelo menos eu acho que foi esta a ordem,não estava num estado mental propício pra guardar a ordem das músicas tocadas,nem muito menos iria ficar anotando. Mas me lembro muito bem que tocou muitas do ultimo cd. Na "Marchinha Psicótica do Dr.Soup" errou um pouco a letra e quando cantou "Beatle George" já estava cansado e mandava a platáia cantar. Não me lembro se cantou "As mesmas coisas"(que eu já conhecia da trilha sonora do filme do Angelí),só sei que já faz quase uma semana que ela não sai da minha cabeça,deve ter cantado.O Natta me disse que eu tive muita sorte,que no último show dele ele nem conseguia cantar,apenas declamava as músicas,reconhecí algumas do "7ª efervescência" como "Querida Superhist x Mr.Frog". Antes de terminar de cantar teve um momento de egocentrismo explícito auto-elogiativo no meio da música,dizendo-se super talentoso y otras cositas más...Quando terminou de tocar teve neguinho gritando desesperado pra ele voltar,e ele voltou pra tocar mais duas ou três músicas se não me engano,só lembro que tocou "Miss Lexotan 6mg" e terminou com "Lugar do caralho",esta todo mundo gritando aos berros,inclusive eu. Natta e eu não arredamos pé sem tirar uma foto com a loira e depois de tomarmos várias,fomos descendo a Augusta tomando outras e gritando "Rock'n'roll" pras putas.Muito louco o rolê. Tomara que o próximo seja pra ver o Wander.
(Agradeço ao camarada Julio que conhecí no show e me mandou as fotos e os vídeos,eu estava sem câmera lá).

video

No youtube:


domingo, 21 de junho de 2009

Junta Tribo faz 15 anos.

Tenda

(Texto:Fábio Balaio)

A EPTV de Campinas-SP está fazendo 30 anos este ano e na série de reportagens comemorativas ela fez uma sobre o festival Junta tribo,que pra quem não sabe ocorreu em duas edições,em 93 e 94,dentro da Unicamp,e foi um dos,ou o mais importante festival de bandas e música independente da década de 90,que ainda na era pré-internet juntou realmente tribos e gente de todo canto do país.Eu estava lá nas duas edições,ví RAIMUNDOS antes mesmo de terem cd lançado em 93 e em 94 PLANET HEMP.

Intense Manner of Living


Magog

Killing Chainsaw

Além de outras bandas que gosto e escuto até hoje,como LinguachUla e Concreteness(aliás fiquei sabendo que o baixista ,o "Véio",morreu no último dia 06/06),na segunda edição teve cobertura da MTV e outras emissoras,os caras dos Titãs tinham montado um selo chamado Banguela Records(por onde saiu o 1º cd dos Raimundos) e tinham uma banda chamada Kleiderman(Sérgio Brito e Branco Mello,e uma baterista que não lembro o nome) e também tiraram uma casquinha lá.A segunda edição eu realmente curtí inteira,eu e o Clayvis,fui os 3 dias,ví quase todas as bandas,fiquei vermelho de terra,quase me estabaco num mosh,mas se pudesse faria mais e tudo de novo.Até me emocionei quando ví.
Matéria:

http://www.youtube.com/watch?v=IVXhMX03lYY



Vídeo do Concreteness no Junta Tribo2:
http://www.youtube.com/watch?v=O9bgZ84kfm8



É só clicar no canal do cara que postou que tem quase todas as bandas lá,infelizmente onde eu mais me via nitidamente era no vídeo da banda Câmbio Negro,e os caras pediram pra retirar do youtube...tsc.

Sobreviví.

Fui no show do Jupiter Maçã dia18,quinta passada(estou esperando as fotos chegarem por e-mail porque não quis levar a máquina ,sabendo que ia tomar umas,chegando escrevo sobre o show),sobreviví,entrei no clima e quis ficar mais doido que o próprio,ainda bem que começou mais tarde que o anunciado e consequentemente terminou por volta de 3h.Valeu Natalício pela companhia e pela hospedagem do bebum ocasional.Quero ver os fraquinhos da CEDI aguentarem quando tiver um orkontro.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

90 anos de Jackson do Pandeiro

Maurício Sandália e Cia. Corisco de Coco e Rojão.

90 anos de Jackson do Pandeiro.SESC-Santos 10/06/09

(texto,fotos e vídeos:Fábio Balaio)

Maurício Sandália.


Conhecí o Maurício (Rayel) "Sandália" através de uma amiga em comum,a Renata Fernandes,que trabalha com produção de programas para rádio AM em Santos(inclusive o programa que ela produz faz um trabalho interessante de resgate musical,mas isso fica pra outro dia). Eu estava atrás de artistas que estão despontando ou que têm projetos,ou seja,quem faz acontecer na minha região e ela me deu alguns nomes. Quando fui entrevistá-lo ele me contou que estava com um projeto em homenagem aos 90 anos de nascimento do Jackson do Pandeiro,me contou que era fã e que ao ler uma biografia se deparou com a data e imediamente veio a idéia do show.


Mauríco Sandália e Cia. Corisco de Coco e Rojão

Coral Maravilha.


O próximo passo dele foi chamar a Sandra Magalhães, que tem um espaço alternativo e uma produtora em Santos chamados Corisco Mix,onde o Maurício apresenta um projeto chamado "Noites na Lapa",tocando sambas tradicionais,aliás,no Corisco se apresentam regularmente músicos e artistas independentes(mais assunto pro futuro),a Sandra entrou em contato com o Jorge Lampa,violonista,músico conceituado e doutor em música popular pela Unicamp,para cuidar da concepção artística e musical do show.

Jorge Lampa.

Chamaram então o acordeonista Tião César e o pandeirista Edinho Schmidt,músicos que já tocaram com grandes nomes da música nacional,Fernando Santos(zabumba) e Paulo Infante (triângulo e percussão), da ONG "Percutindo Mundos" de São Vicente,além de Monique Cunha do "Coral Zanzalá" de Cubatão para dirigir o coral formado por ela mais Juliana Finamore e Wendy.
Tião César.
Edinho Schmidt e Paulo Infante.
Fernando Santos.

Juliana Finamore,Monique Cunha e Wendy.


Quando escutei as músicas que eles tinham gravado para o show já percebí que tinha ficado muito bom, então fiquei ansioso pra ver no palco como aquilo ficaria ao vivo. Bem,dia 10 chegou ,véspera de feriado,o show marcado para 21:30h,mesmo horário do jogo da selecinha do anão,chuva caindo,quando cheguei o show já tinha começado e pra minha grata surpresa o lugar estava lotado,o povo já estava ensaiando uns passos na frente do palco,mais umas duas músicas e logo tinha uma dúzia de casais ralando bucho,batendo coxa,arrastando pé e similares.
SESC-SANTOS cheio.

A banda está muito bem entrosada,a qualidade dos músicos é indiscútivel,todos senhores dos seus respectivos instrumentos ,o coral além de ser afinadíssimo é bonito de se ver,visualmente e cenicamente,e como disse o Maurício,sem elas o show perderia todo seu charme. A alegria da banda contagiou o público,no show tocaram todas as músicas consagradas de Jackson e algumas menos conhecidas ou lembradas, e virou um grande "arraiá" no meio,todo mundo dançando quadrilha, no encerramento tocaram "Jack sou brasileiro" do Lenine. Mas é claro que tiveram que voltar pra um bis,pois se não fosse por estar sendo realizado no SESC e com horário pra acabar,tenho certeza que 3h de show seria pouco pra quem estava lá dentro. Fazia tempo que não me divertia assim.

Incorporando Jackson.





Coco.


Hora do "arraiá": http://bit.ly/6yKlm


Video do encerramento do show: http://bit.ly/10w0we