domingo, 28 de junho de 2009

ALBUM VERDE-TRIBUTO AOS BEATLES



Nas minhas recentes andanças sem rumo pelo espaço virtual me deparei com este tributo aos Beatles feito por bandas de reggae latino americanas.
Bem loooco maaano(tirando Planta & Raiz que nunca gostei)...

01- She Came in Trough the Bathroom Window - Mimi Maura
02- From me to You - Fidel Nadal + Holy Piby
03- Something - Natty Combo
04- Eleanor Rigby (Dub) - Antidoping (Mexico)
05- Lady Madonna - Gondwana (Chile)
06- While my Guitar gently Weeps - Holy Piby
07- Come Togheter (Togheta’) - Pushin (Costa Rica)
08- Eleanor Rigby - Nonpalidece
09- I Will - Movimiento Urbeno + The Skatalites
10- Taxman - Resistencia Suburbana
11- Here Comes the Sun - Riddim
12- Because - Satelite Kingston
13- Come Togheter - Alika & Nueva Alianza
14- Don’t let me Down - Planta & Raiz (Brasil)
15- The long and Winding Road -Dancing Mood
16- (Bounus Track) - I’m Only Sleeping - Blues Motel

http://rs113.rapidshare.com/files/81111929/Album_Verde_-_Tributo_Reggae_a_The_Beatles.rar

sexta-feira, 26 de junho de 2009

WHO'S DEAD?


Michael Jackson morreu.
Sentí mais quando soube que o Véio(baixista da extinta banda Concreteness)tinha morrido,eu vi o cara tocar várias vezes e escuto até hoje a banda.
Minhas lembranças Jacksonianas:
-inveja do meu primo preibói que tinha todos os brinquedos e os discos do MJ...;
-medo do clipe de Triller que passou no final do fantástico...eu tinha 8 anos apenas,ou menos;
-olhar a capa do Triller e achar que"pô,esse cara deve ser O cara,sair com muita "garota"(eu era criança);
-imitar a dança de BAD...;
-meu primeiro patrão me pegar no flagra imitando os zumbís de Triller;
-começar a achá-lo ridículo depois de "Dangerous".
Ou seja,gosto mais da Madonna,fez muito mais parte da minha formação musical(qualé mano,sou muito macho e sei cantar quase todas as músicas do "Like a prayer")...

terça-feira, 23 de junho de 2009

JUPITER MAÇÃ NO STUDIO SP


STUDIO SP
18/06/09
(fotos e vídeos:Julio Ferreira/texto:Fábio Balaio)


Fazia muito tempo que eu não subia a serra pra ver algum show,ou ir em algum lugar em especial. Na última quinta feira,dia 18 ,resolví subir pra conhecer alguns amigos virtuais pessoalmente e aproveitei pra ir no show do Jupiter Maçã, já que um destes amigos é fã do cara e mora pertinho do local onde seria o show. Sempre lí e ouví falar dele,só conhecia poucas músicas,a maioria regravadas por outras pessoas, e não conhecia por puro desinteresse mesmo,pensava qual seria a causa de tanta devoção,porque seria que quem gostava não se limitava a gostar,adorava-o. Procurei o último disco (Uma tarde na fruteira)lá na comunidade d'O Dilúvio e baixei pra não ir às cegas no show,e saber se eu gostaria pelo menos um pouco. Fui escutando durante a viagem,escutei duas vezes seguidas,e algumas músicas eu repetí até mais. Chapei com a mistureba sonora do senhor "neo-tropicalista" como o próprio Júpiter se define.

video


Eu e meu camarada,o Natta,nos encontramos com outro amigo de orkut,Nei, e ficamos esquentando as guelas no buteco em frente ao StudioSP,vendo a fauna da R. Augusta passar e esperando o lugar encher pois tínhamos chegado cedo ,quando vímos que o lugar estava mais florido nos animamos a entrar. Pelo jeito o nome na lista deve funcionar ,assim paga-se 10 REAU$ a menos, o nosso nome estava lá,foram duas cervejas a mais,bem carinha a long neck lá dentro,além de só servir Skol de verdade no bar do outro lado da pista,no bar principal só skol beats(bicha) e Bohemia,mas eu atravessava a pista só pra olhar o mulherio, já que estava cheio de "Menina super Brasil"no lugar.
A banda que se apresentou este dia tinha entre seus integrantes Luiz Thunderbird,que pelo que fiquei sabendo depois tem tocado com o Jupiter já faz algum tempo(interessante vê-lo apenas como integrante da banda, e o próprio se comportou bem fazendo seu trabalho, pois afinal o "estrelo" era Flávio Basso), e Astronauta Pinguim,que participou do disco,o guitarrista não reconhecí nem o baterista,e nem estava lá pra ficar perguntando...he.

Thunderbird.
Começaram tocando um música instrumental dos anos 60 da qual eu esquecí o nome,mas todo mundo já ouviu pelo menos uma vez. Logo depois emendaram com "Plataforma 6", o Jupiter ainda "esquentando",seguida de "Mademoiselle Marchand",pelo menos eu acho que foi esta a ordem,não estava num estado mental propício pra guardar a ordem das músicas tocadas,nem muito menos iria ficar anotando. Mas me lembro muito bem que tocou muitas do ultimo cd. Na "Marchinha Psicótica do Dr.Soup" errou um pouco a letra e quando cantou "Beatle George" já estava cansado e mandava a platáia cantar. Não me lembro se cantou "As mesmas coisas"(que eu já conhecia da trilha sonora do filme do Angelí),só sei que já faz quase uma semana que ela não sai da minha cabeça,deve ter cantado.O Natta me disse que eu tive muita sorte,que no último show dele ele nem conseguia cantar,apenas declamava as músicas,reconhecí algumas do "7ª efervescência" como "Querida Superhist x Mr.Frog". Antes de terminar de cantar teve um momento de egocentrismo explícito auto-elogiativo no meio da música,dizendo-se super talentoso y otras cositas más...Quando terminou de tocar teve neguinho gritando desesperado pra ele voltar,e ele voltou pra tocar mais duas ou três músicas se não me engano,só lembro que tocou "Miss Lexotan 6mg" e terminou com "Lugar do caralho",esta todo mundo gritando aos berros,inclusive eu. Natta e eu não arredamos pé sem tirar uma foto com a loira e depois de tomarmos várias,fomos descendo a Augusta tomando outras e gritando "Rock'n'roll" pras putas.Muito louco o rolê. Tomara que o próximo seja pra ver o Wander.
(Agradeço ao camarada Julio que conhecí no show e me mandou as fotos e os vídeos,eu estava sem câmera lá).

video

No youtube:


domingo, 21 de junho de 2009

Junta Tribo faz 15 anos.

Tenda

(Texto:Fábio Balaio)

A EPTV de Campinas-SP está fazendo 30 anos este ano e na série de reportagens comemorativas ela fez uma sobre o festival Junta tribo,que pra quem não sabe ocorreu em duas edições,em 93 e 94,dentro da Unicamp,e foi um dos,ou o mais importante festival de bandas e música independente da década de 90,que ainda na era pré-internet juntou realmente tribos e gente de todo canto do país.Eu estava lá nas duas edições,ví RAIMUNDOS antes mesmo de terem cd lançado em 93 e em 94 PLANET HEMP.

Intense Manner of Living


Magog

Killing Chainsaw

Além de outras bandas que gosto e escuto até hoje,como LinguachUla e Concreteness(aliás fiquei sabendo que o baixista ,o "Véio",morreu no último dia 06/06),na segunda edição teve cobertura da MTV e outras emissoras,os caras dos Titãs tinham montado um selo chamado Banguela Records(por onde saiu o 1º cd dos Raimundos) e tinham uma banda chamada Kleiderman(Sérgio Brito e Branco Mello,e uma baterista que não lembro o nome) e também tiraram uma casquinha lá.A segunda edição eu realmente curtí inteira,eu e o Clayvis,fui os 3 dias,ví quase todas as bandas,fiquei vermelho de terra,quase me estabaco num mosh,mas se pudesse faria mais e tudo de novo.Até me emocionei quando ví.
Matéria:

http://www.youtube.com/watch?v=IVXhMX03lYY



Vídeo do Concreteness no Junta Tribo2:
http://www.youtube.com/watch?v=O9bgZ84kfm8



É só clicar no canal do cara que postou que tem quase todas as bandas lá,infelizmente onde eu mais me via nitidamente era no vídeo da banda Câmbio Negro,e os caras pediram pra retirar do youtube...tsc.

Sobreviví.

Fui no show do Jupiter Maçã dia18,quinta passada(estou esperando as fotos chegarem por e-mail porque não quis levar a máquina ,sabendo que ia tomar umas,chegando escrevo sobre o show),sobreviví,entrei no clima e quis ficar mais doido que o próprio,ainda bem que começou mais tarde que o anunciado e consequentemente terminou por volta de 3h.Valeu Natalício pela companhia e pela hospedagem do bebum ocasional.Quero ver os fraquinhos da CEDI aguentarem quando tiver um orkontro.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

90 anos de Jackson do Pandeiro

Maurício Sandália e Cia. Corisco de Coco e Rojão.

90 anos de Jackson do Pandeiro.SESC-Santos 10/06/09

(texto,fotos e vídeos:Fábio Balaio)

Maurício Sandália.


Conhecí o Maurício (Rayel) "Sandália" através de uma amiga em comum,a Renata Fernandes,que trabalha com produção de programas para rádio AM em Santos(inclusive o programa que ela produz faz um trabalho interessante de resgate musical,mas isso fica pra outro dia). Eu estava atrás de artistas que estão despontando ou que têm projetos,ou seja,quem faz acontecer na minha região e ela me deu alguns nomes. Quando fui entrevistá-lo ele me contou que estava com um projeto em homenagem aos 90 anos de nascimento do Jackson do Pandeiro,me contou que era fã e que ao ler uma biografia se deparou com a data e imediamente veio a idéia do show.


Mauríco Sandália e Cia. Corisco de Coco e Rojão

Coral Maravilha.


O próximo passo dele foi chamar a Sandra Magalhães, que tem um espaço alternativo e uma produtora em Santos chamados Corisco Mix,onde o Maurício apresenta um projeto chamado "Noites na Lapa",tocando sambas tradicionais,aliás,no Corisco se apresentam regularmente músicos e artistas independentes(mais assunto pro futuro),a Sandra entrou em contato com o Jorge Lampa,violonista,músico conceituado e doutor em música popular pela Unicamp,para cuidar da concepção artística e musical do show.

Jorge Lampa.

Chamaram então o acordeonista Tião César e o pandeirista Edinho Schmidt,músicos que já tocaram com grandes nomes da música nacional,Fernando Santos(zabumba) e Paulo Infante (triângulo e percussão), da ONG "Percutindo Mundos" de São Vicente,além de Monique Cunha do "Coral Zanzalá" de Cubatão para dirigir o coral formado por ela mais Juliana Finamore e Wendy.
Tião César.
Edinho Schmidt e Paulo Infante.
Fernando Santos.

Juliana Finamore,Monique Cunha e Wendy.


Quando escutei as músicas que eles tinham gravado para o show já percebí que tinha ficado muito bom, então fiquei ansioso pra ver no palco como aquilo ficaria ao vivo. Bem,dia 10 chegou ,véspera de feriado,o show marcado para 21:30h,mesmo horário do jogo da selecinha do anão,chuva caindo,quando cheguei o show já tinha começado e pra minha grata surpresa o lugar estava lotado,o povo já estava ensaiando uns passos na frente do palco,mais umas duas músicas e logo tinha uma dúzia de casais ralando bucho,batendo coxa,arrastando pé e similares.
SESC-SANTOS cheio.

A banda está muito bem entrosada,a qualidade dos músicos é indiscútivel,todos senhores dos seus respectivos instrumentos ,o coral além de ser afinadíssimo é bonito de se ver,visualmente e cenicamente,e como disse o Maurício,sem elas o show perderia todo seu charme. A alegria da banda contagiou o público,no show tocaram todas as músicas consagradas de Jackson e algumas menos conhecidas ou lembradas, e virou um grande "arraiá" no meio,todo mundo dançando quadrilha, no encerramento tocaram "Jack sou brasileiro" do Lenine. Mas é claro que tiveram que voltar pra um bis,pois se não fosse por estar sendo realizado no SESC e com horário pra acabar,tenho certeza que 3h de show seria pouco pra quem estava lá dentro. Fazia tempo que não me divertia assim.

Incorporando Jackson.





Coco.


Hora do "arraiá": http://bit.ly/6yKlm


Video do encerramento do show: http://bit.ly/10w0we

Festival 7.1.9 de bandas de garagem.

Festival 7.1.9 de Bandas de Garagem.
Delta Bar,Praia do Tombo/Guarujá
06/06/09


Um tiozinho no meio do playground.
(texto,fotos e vídeos:Fábio Balaio)

O “Festival 7.1.9 de Bandas de Garagem” é um encontro de bandas iniciantes que acontece mensalmente,ou bimestralmente (me desculpem as imprecisões,mas ainda não recebí e-mail confirmando as datas e há quanto tempo o festival é organizado) no Delta Bar,aliás,deixo aqui os meus parabéns para o proprietário pois é um dos únicos a abrir espaço para artistas e bandas iniciantes ou independentes na cidade,e bandas e músicos não faltam pelo que percebí no dia.O festival é organizado pelo William,que conhecí através da mãe dele,Tânia Fontana, no show do Caio Bosco, William é baterista de uma banda chamada DelReys, também da cidade,mas vamos às impressões.
Primeiramente me sentí velhinho pois a média de idade era de no máximo 20 anos,acho que até menos,tanto das bandas quanto do público, e ainda estava acompanhado da minha filha ,o que contribuiu bastante. A maioria das bandas tem integrantes que estão começando como músicos,mas quase todas têm um integrante que se sobressai e músicas próprias.
FIREFOX
Cheguei no finalzinho da apresentação da primeira banda,FIREFOX, a única com vocal feminino,e pelo jeito com média de idade bem baixa,fazendo covers de quem? Avril...Mas o baterista me chamou a atenção pela pegada firme e certeira. A segunda banda foi NELTROX5,seguindo a linha do roquinho nacional do momento(leia-se bandas com siglas e X no nome).

FACE OKULTA
Logo depois quem se apresentou foi a banda Face Okulta,fazendo um cover de Foo Fighters logo no início,a molecada toca bem,tudo redondinho, apresentando músicas proprias, e quem me chamou a atenção foram o baixista e o vocalista/guitarrista,que mandaram bem. NELTROX5
CTRL ALT DEL
A banda seguinte foi CTRL ALT DEL,novamente seguindo o estilinho das “teenage rock bands” nacionais. Logo depois quem entrou no palco foi a DRY SYSTEM, que como o nome entrega,se propõe a fazer covers do System of a Down,mas tocaram música própria também,a molecada é esforçada,o vocalista tem muito chão ainda pra percorrer se quiser chegar aos pés do ídolo,mas tocaram com muita vontade e principalmente atitude,me divertí bastante com o guitarrista Bob,ou Galeno(sei lá como gosta de ser chamado),o moleque tem 18 anos e toca faz 3 anos apenas,mas a performance é de parar pra ver,não pela técnica ou virtuosismo porque ainda falta muito pra ele desenvolver ambos,mas pela grande presença no palco,rí muito,não que ele seja uma piada,mas por ver que ainda existem moleques com atitude rock'n'roll na veia.

DRY SYSTEM POEMS OF LIFE
A próxima banda se chama POEMS OF LIFE, me surpreendeu pela aparente pouca idade dos integrantes e por tocarem bem mesmo,na minha opinião só o vocalista precisando se concentrar mais na voz,já que toca guitarra também,o som deles me lembrou muito MINERAL(não sei se eles conhecem ou imitam,mas é a banda que é o supra sumo do chamado emocore,o verdadeiro,até eu gosto de Mineral,he). Agora vem a banda que eu mais curtí,SKACONUTS,

SKACONUTS
pensei que ia escutar um ska,me enganei,tocam o mais puro hardcore “califa”,Pennywise e NOFX na veia, logo que ví um dos guitarristas tirando aquela baita guitarra pensei,”ô modeuzio,tocarão rockabilly?”,mas não,tocam muito bem o outro estilo, com o baixista Hugo mandando ver no vocal,encerraram com “Linoleum”,uma das minhas músicas preferidas do NOFX,mas não sem antes tocarem músicas próprias. Logo após veio outra banda que me enganou com a aparência dos integrantes,BAD COOKIES,
BAD COOKIES
pensei que escutaria um trashblackmetalgore mas tocaram até um cover do Bidê ou Balde(??!!) e uma música com o refrão “ainda estamos todos bêbados e ninguém comeu ninguém” no melhor estilo Velhas Virgens. LORENZA
A última banda se chama LORENZA,que pelo que ví a molecada curte bastante porque foi a que mais juntou gente pra ver e que novamente segue por uma linha pré-existente,a do “nu metal”, até dois vocalistas têm, um só pra fazer o vocal “gutural” ,são competentes e etc,todos os integrantes tocam bem,só pecando um pouco no vocal principal.
No final , a impressão que me ficou é que todas as bandas,desde as mais novas até as com mais experiência,precisam buscar um som próprio,original,além de terem me deixado a impressão de faltar um pouco de união entre elas,pois a maioria das bandas tocava e ia embora,não ficando pra ver o som da outra,confraternizar,trocar idéias,etc.Mas a iniciativa é muito boa,e espero que a cena independente se fortaleça cada vez mais na baixada santista,e o 7.1.9 é um bom começo.

terça-feira, 16 de junho de 2009

HERÓI DA RESISTÊNCIA!!!!


Deixo aqui a imagem de um ícone da RESISTÊNCIA,seja ela física ou psicológica.Um forte,um sobrevivente,que apesar de estar cercado pela incompreensão dos seus pares,de sofrer a pressão cruel do capitalismo selvagem,de ser pai solteiro de uma filha,de sofrer assédio sexual constante,e até ser agredido sem razão nenhuma de modo totalmente injusto,nunca desistiu,lutando sempre pelo seu ideal maior e resumindo todo um estilo de vida em apenas uma frase:
"Não existe trabalho ruim. O ruim é ter que trabalhar."
VIVA DON RAMÓN!!!!!
(Fábio Balaio)

POSTAGENS EM OUTROS BLOGS

http://odiluvio.blogspot.com/2009/05/o-show-de-caio-bosco.html

http://odiluvio.blogspot.com/2009/05/luiz-melodia.html

http://caiobosco.blogspot.com/2009/05/materiaentrevista-com-caio-bosco-e.html

Tamo aí mandando brasa!!!!

Primeira postagem minha na bagaça!!!!!
Depois de ver algumas estripulias minhas postadas no blog da revista O Dilúvio,resolví montar a bagaça aqui,vamos ver até onde aguento sem me encher o saco...flw..vlw